terça-feira, 15 de março de 2011

Bilhetes para o Oliver, parte I

Sabe Oliver, esse trem que embarquei fugiu dos trilhos. Foi um vire-para-esquerda-direita-esquerda-esquerda-direita e fiquei perdida no meio do nada. Ah, quem dera ter um mapa por aqui... Mas, vou ficar sem fazer nada e não vou deixar que me vampirizem.

Observar é mais divertido do que permitir que me suguem e se aproveitem das (poucas) boas intenções que tenho.