domingo, 10 de abril de 2011




A história da melancolia inclui todos nós. Eu escrevo em lençóis sujos, enquanto olho para paredes azuis e nada. Eu já me acostumei tanto com a melancolia, que eu a recebo como uma velha amiga.

E agora eu terei 15 minutos de aflição pela ruiva perdida, e digo aos deuses. Eu faço isso e me sinto bastante mal, bastante triste, e então eu levanto limpo. Apesar de que nada está resolvido.


Isso é o que eu ganho por chutar a religião na bunda. Eu deveria ter chutado a ruiva na bunda. Onde o cérebro e o pão e a manteiga dela estão... Mas, eu não me sinto triste por tudo.

A ruiva perdida foi apenas outro rompimento em uma vida de perdas... Eu ouço a bateria do rádio agora e sorrio. Há alguma coisa errada comigo além da melancolia...

-- Charles Bukowski