sábado, 17 de setembro de 2011


ar: Matemática do amor.
ed: Sabe eu sempre crio esperanças quando acabo um desses ­­filmes.
ar: É tão fofinho esse.
ed: É bom. Já pensou eu com uma guria daquela?­­ Maldilto seja aquele que acredita fielmente no amor...