segunda-feira, 26 de março de 2012






A primeira alegria do dia é uma fita do sol que se enrola na sua mão e acaricia meu ombro.

É o sopro do mar e a praia que o aguarda.
É o pássaro cantando sobre o ramo da figueira.


A primeira tristeza do dia é a porta que se fecha.

O carro que se vai.

O silêncio que se instala.


Mas logo você retorna, e minha vida volta a seu curso.

A última alegria do dia é a lâmpada que se apaga...